LOCALIZAÇÃO

Carmelo da SS Trindade

Quinta Nª Srª do Mileu

6300-818  -  GUARDA - PORTUGAL

carmeloguarda@carmelitas.pt

Tel 271224014

Nossas redes sociais
AVÉ MARIA - Sarah Brightman
00:00 / 00:00
  • Escola de oração
  • YouTube Social  Icon

Fotografia de fundo: Ermida no Carmelo da Guarda

O DESERTO "TERESIANO"                  em Comunidade

« O pano de fundo da vida descalça que St Teresa iniciou no 1º Mosteiro da Reforma, é a vida dos Santos Padres do Monte Carmelo que ela quis reviver e atualizar, enriquecendo-a com a sua novidade criativa. Esta proposta de vida tem os seus matizes originais que encontrou na Regra dos eremitas,   aprovada por Inocêncio IV :

 

1ºNão buscará o deserto, a solidão, nos lugares afastados, mas fundará os seus Mosteiros junto da cidade.

2º Não apontará a uma vida eremítica individual, como a dos santos padres passados que tanto menciona. Será mais bem vida em Comunidade para ter mais à mão a possibilidade do amor fraterno que é o 1º prossuposto da vida de oração que é o «cimento» das suas casas. E como ao amor se junta a mortificação, será ao falar dela que evoca de novo a vida dos padres passados, eremitas do Monte Carmelo.

3º Para ela, o ser «eremita» é sinónimo de liberdade, desprendimento e abnegação. Ao falar disto, como remate acrescentou sublinhando o IDEAL DE VIDA REFORMADA, em viva re-criação da dos santos padres dizendo:  «Acreditem nisto, e senão o tempo vos dou por testemunho, porque O ESTILO QUE PRETENDEMOS LEVAR É NÃO SÓ SER MONJAS, MAS TAMBÉM EREMITAS» (C.P. 13)» (cf  O deserto, doutrina e vivências teresianas - Alfonso Ruiz Calavia OCD)

 

Este "DESERTO «Teresiano»" não inclui somente a natureza e as Ermidas, mas no próprio Mosteiro do Carmelo, cada uma tem a chamada "Cela", espaço privilegiado que é como uma Ermida particular, com tudo o que é necessário, a fim de que o contacto com as outras Irmãs, fora do Recreio Teresiano -  único momento em que as Irmãs se relacionam na espontaneidade -  seja reduzido ao mínimo. Nesta Cela nenhuma outra  Irmã pode entrar. A Cela é o núcleo mais íntimo do deserto «teresiano»

 

Podemos encontrar frases como estas nas cartas de St Teresa de Jesus ou de S. João da Cruz: «Estou numa Ermida que se vê o rio...»; «deram-me uma cela afastada...tal e qual uma ermida!»; «penso naqueles nossoa Santos  Padres do Monte Carmelo!»; «O exercício do deserto é admirável!»; «Encontro-me muito bem, GLORIA A DEUS, estou bom; pois a largueza do deserto ajuda muito a alma e o corpo»

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now